Aconteceu > Espetáculo “A incrível história do boi que fugiu do abate e foi nadar no mar”

Espetáculo “A incrível história do boi que fugiu do abate e foi nadar no mar”

08/07/2019

Convite - A incrível história do boi.jpg

Nos dias 13 e 14 de julho, acontece no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo, a mostra de cenas de meio de processo do Curso Livre de Teatro Intermediário da Teatraria³, com apresentação do espetáculo de criação colaborativa “A incrível história do boi que fugiu do abate e foi nadar no mar”, com direção de Marco Plá.

Datas e horários:

13 e 14 de julho às 16h
Espetáculo de 4h de duração, com intervalo de 30min.


Contato: Jociele Rodrigues, admteatrariaaocubo@gmail.com – (51)30130300 ou (51)993323322

Sobre o espetáculo:
Este processo nasceu de um ímpeto. Tocado por uma notícia de jornal, datada em novembro de 2018, meu coração avisou, mais uma vez, que era preciso falar sobre resistência. A história, tristemente verdadeira, tristemente poética, era essa: Um boi foge do abate na cidade de Salvador e circula pelas ruas por três dias. Procurado, perseguido, sua captura é frustrada. No terceiro dia, avistado por policiais, tentam novamente sua prisão, mas nosso herói foge para a praia. Apesar das diversas tentativas de trazê-lo para a areia, o boi de reprodução, vindo da longínqua Teodoro Sampaio, mergulha cada vez mais fundo e morre afogado.

Esta é mais uma história de luta, uma crônica real das amarguras cotidianas. Não consigo chamá-la de metafórica ou de fantástica, por ser tão parecida com algumas que conheço, tão parecida com algumas que vivenciei, tão absurda, tão familiar.

Assim, decidi guinar meus planos de criação para 2019 e propor aos alunos do Curso de Teatro Intermediário uma mostra de cenas construídas em dupla, que tivessem situações de resistência como ponto de partida. Inicialmente, provoquei mais de 60 alunos a escreverem suas próprias cenas, pautados numa pesquisa sobre a “ilusão do naturalismo”, e assim, proporem suas atuações no palco.

Durante nove meses de estudo, criação de textos, execução de exercícios, laboratório de cenas, estudos de textos que contemplam nosso tema norteador, construímos este espetáculo. São 56 atores no palco e 28 cenas no total, sendo 7 cenas de autoria dos alunos e 21 cenas selecionadas da dramaturgia clássica e contemporânea. A produção cênica tem duração de 4 horas, sendo dividida em dois blocos, com intervalo de 30 minutos entre eles. Com a força inspiradora do nosso boi guerreiro, com a benção do nosso mestre “Boi Voador”, nossa trajetória mítica chega ao palco do Centro Cultural CEEE Erico Veríssimo, em Porto Alegre. Entre tantas controvérsias, injustiças, dissonâncias, descontentamentos, nos inquietamos em fuga: é doce morrer no mar?

 

Local: Centro Cultural CEEE Erico Verissimo

Auditório Barbosa Lessa - 4º andar

Rua dos Andradas, nº 1223 – Centro Histórico