Aconteceu > Curso de Esperanto

Curso de Esperanto

02/04/2019

Cursos_2019_1_Cartaz.jpg

Curso de Esperanto - Babila Rondo e Módulos 1 e 3

Cada povo possui uma língua (algumas vezes uma língua é comum a diferentes povos). A língua de um povo é o meio mais adequado para comunicação entre seus falantes nativos e há uma estreita ligação da língua com a cultura desse povo. Quando se deseja conhecer um povo ou uma cultura, é interessante o aprendizado da língua correspondente. Mas para a comunicação entre diversos povos diferentes, utilizar muitas línguas é custoso e frequentemente inviável.

A comunicação transnacional sempre foi necessária. Atualmente essa necessidade é percebida por mais pessoas, seja em viagens, contatos profissionais, textos técnicos e páginas da Internet. A utilização da língua de um país (uma língua nacional) como padrão para tal finalidade não é uma boa solução. Além de representar vantagem considerável a países que em geral já estão em posição privilegiada, impor uma língua significa também impor uma cultura. Muitas línguas deixam de ser usadas no mundo com o passar do tempo devido à imposição linguística.
Nas últimas décadas, o esperanto mostrou-se adequado e eficiente para comunicação internacional. O propósito do esperanto é servir como segunda língua, funcionando como língua ponte, e não substituir as línguas existentes. Como o vocabulário é baseado em diversas línguas, as letras do alfabeto possuem sempre a mesma pronúncia e a gramática é regular e relativamente simples, o aprendizado é mais fácil se comparado a línguas nacionais. O uso do esperanto por milhares de pessoas em centenas de países deu origem a uma cultura própria. A cultura esperantista frequentemente é representada por manifestações artísticas, muitas vezes inspiradas no ideal comum de entendimento mútuo, transmissão de conhecimento, solidariedade e paz.
O curso de esperanto é uma oportunidade para que os interessados conheçam e, se desejarem, participem da comunidade esperantista.

Sobre os ministrantes:

César Dorneles Soares lecionará os módulos 1 e 3 e coordenará o Babila Rondo. Possui graduação em Letras pela UFRGS (1978) - Português, Inglês e Espanhol, bem como especialização em Língua Portuguesa. Aposentado como professor de português da rede pública estadual, tendo por três vezes assumido o cargo de vice-diretor de escola. Esperantista desde 1980.  Ministrante de cursos de esperanto desde 1981 em várias instituições espíritas de Porto Alegre, na Sociedade Esperantista de Porto Alegre e na Associação Gaúcha de Esperanto, ministrante de oficinas de esperanto em Caxias do Sul, São Francisco de Paula, Torres e São Carlos (SP).

Miguel Rocha Bento atuará no Babila Rondo uma vez por mês. É formando em licenciatura em Física pela UFRGS. Começou seus estudos do idioma junto à Associação Gaúcha de Esperanto em 2015 e passou a lecionar em 2017. Em 2018 participou do 53° Congresso Brasileiro de Esperanto, em Curitiba, e nessa oportunidade foi aprovado no nível mais elevado do KER-ekzameno (principal exame de proficiência em esperanto). Atua no projeto "Ekparolu!", do sítio edukado.net (uma das maiores referências para professores e estudantes de esperanto), onde realiza sessões de conversa (via videoconferência) com aprendizes de todo o mundo. No ano de 2018, ficou entre os dez participantes mais ativos do projeto.

Quando:

Módulo 1: 13 dias de aulas, de 02/04/2019 a 25/06/2019. Às terças-feiras, das 19h às 20h30min.
Módulo 3: 12 dias de aulas, de 06/04/2019 a 29/06/2019. Aos sábados, das 14h às 16h. 
Babila Rondo: 9 dias de aulas, de 06/04/2019 a 29/06/2019. Aos sábados, das 16h15min às 18h. 

Informações:

(51) 99797-3897 ou gea.esperanto@gmail.com